quinta-feira, 31 de março de 2022

As empresas mais inovadoras do Planeta, o Vice-Presidente profundamente ignorante e a receita simples para arranjar dinheiro

 https://19-pacheco-torgal-19.blogspot.com/2022/01/um-vice-presidente-profundamente.html

Ainda sobre o post acima acerca de um certo Vice-Presidente do PS, veja-se o recente relatório da Clarivate Analýtics sobre as 100 empresas mais inovadoras do Planeta https://clarivate.com/top-100-innovators/ onde mais uma vez Portugal está ausente. E nem mesmo quando se alarga a amostra de 100 para 1000 empresas Portugal consegue sair do anonimato. Vide figura acima. 

Isto significa que constitui um evidente desperdício de verbas públicas as largas centenas de milhões de euros que o Governo da República permite que muitas empresas Portuguesas deixem de pagar em impostos (borlas fiscais) por conta de alegadas "actividades de investigação" https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/08/expresso-o-nada-surpreendente-recorde.html 

Isto já para nem falar nos bancos Portugueses onde alegadamente também se investiga em força https://pacheco-torgal.blogspot.com/2020/08/os-bancos-portugueses-que-dizem-que.html

Se como se viu neste post aqui  não são as empresas mas sim as universidades (com destaque para a universidade do Minho) que neste país andam a produzir patentes, então nada mais justo do que direccionar para as universidades as verbas supracitadas. Quanto mais não seja para compensar as universidades por um subfinanciamento de tal ordem violento, que até levou o Reitor da Universidade de Lisboa a dizer que não compreende que várias delas aceitem ser tão maltratadas, quase como se fossem masoquistas https://pacheco-torgal.blogspot.com/2021/08/o-reitor-da-ulisboa-e-as-universidades.html

PS - Se um grupo no Parlamento Europeu estimou que em Portugal se roubam 90.000 milhões a cada 5 anos, e se o nosso Ministério Público só conseguiu apreender (leia-se congelar) nos últimos 5 anos um valor miserável que representa menos de 1% do valor roubado (o valor efectivamente declarado perdido a favor do Estado no final do julgamento é apenas 0.01%) então já se sabe onde é que é possível ir buscar dinheiro para financiar a investigação, as universidades, a saúde, a segurança social, e muitas outras áreas, basta para isso apenas que o Parlamento Português ganhe vergonha na cara e deixe de fazer leis canalhas que dificultam a recuperação dos lucros dos crimes https://www.publico.pt/2022/01/16/sociedade/noticia/transposicao-norma-parlamento-mina-recuperacao-lucros-crimes-1992019